Nossa sociedade está cheia de desigualdades, temos os muitos ricos que vivem na abundância e na fartura e também os miseráveis, a quem falta até o essencial para viver. Neste contexto nós os cristão somos chamados a desenvolver estratégias para acabar com esta situação, pensando concretamente nas pessoas que não têm emprego, que estão doentes, sem casa, no vício, que passam fome e sofrem tantas necessidades.

Temos que colocar nosso olhar nestes nossos irmãos que estão em busca de um estímulo, um amparo e uma solidariedade que abram novos horizontes para as suas vidas: eles querem rir, cantar, festejar, chorar, lamentar, estar de luto… eles querem ter vida e vida em abundância. Como Comunidade Epifania somos chamados a manifestar a Glória de Deus a todos os povos e nações, e diante deste chamado, podemos nos questionar: O que é a Glória de Deus.

Hoje posso dizer que entendi uma pequena parte do nosso Carisma: Manifestar a Glória de Deus é resgatar a vida daqueles que nos estão sendo confiados. Deus que se manifesta em plenitude na humanidade. Deus que se manifesta no homem. O ser humano é a jóia da criação, criado a imagem e semelhança do Criador. Deus que é bom, nos chama a imitá-Lo na Sua bondade. A bondade de Deus se manifesta de forma concreta no Verbo encarnado. Jesus que se fez carne e se coloca a serviço.

Uma das manifestações de Deus que mais me encanta é o Jesus, o nosso Deus Todo Poderoso que se inclina, que se ajoelha, diante do homem e lava-lhe os pés. O Criador que se curva diante da criatura e a serve. E aí consigo ver mais uma pequena faceta do nosso Carisma: o serviço. Servir àqueles que nos são confiados como Jesus. Entregar a vida, dar-me por inteiro, não reter nada.

E entendendo este pequeno ponto do nosso Carisma, entendo um pouco mais a que somos chamados hoje como Epifania: Somos chamados a restaurar a vida de todos que nos são confiados nos colocando totalmente a seu serviço. Eles são os nossos “patrões” e nós os seus “servos”.

Muda então totalmente a dimensão das nossas missões: Deus nos fez livres, mas por amor ao Deus da Bondade, e utilizando dessa mesma liberdade, nos fazemos servos das crianças portadoras do vírus HIV, de suas famílias, dos dependentes químicos, dos enfermos e necessitados das comunidades ribeirinhas e de quem mais vier. Nos fazemos seus servos e nos dedicamos ao seu serviço para que eles tenham vida plena.

Todos nós temos a necessidade de receber esta calorosa acolhida e viver uma verdadeira união, e um lugar privilegiado para vivermos esta realidade é a celebração da Santa Eucaristia. Que as nossas celebrações sejam sempre um lugar de partilha e de festa. Eucaristia é lugar privilegiado para manifestar a glória de Deus no homem vivo.

Enfim pude entender nossa missão de evangelizar, pois anunciar Jesus é a forma concreta de interpretar a nossa fé e a nossa caridade. Vivo a glória Daquele que anuncio.

Desta forma manifestamos a glória de Deus: no Homem Vivo.

Fale com a Comunidade Epifania