Coronavírus: Arquidiocese de SP recomenda que idoso não vá à igreja e assista às missas pela internet

Uma comunicado do arcebispo metropolitano de São Paulo, cardeal Odilo Pedro Schereer, pede que fiéis idosos e grupos de risco da comunidade católica acompanhem  as celebrações litúrgicas em suas casas, através dos meios de comunicação. O texto, publicado nessa sexta-feira (13), é válido até que seja superada no Brasil a pandemia do novo coronavírus. O estado de São Paulo concentra o maior número de casos e já há transmissão comunitária da Covid-19.

Apesar da orientação da prefeitura da capital paulista que sejam cancelados eventos com grandes aglomerações, as missas estão mantidas. Porém, os fiéis devem evitar contatos físicos.

Em Campinas, o arcebispo dom João Inácio Müller  achou melhor cancelar todas as celebrações na cidade. A medida foi tomada após a confirmação de um caso de coronavírus em Campinas pela Saúde municipal nessa  sexta-feira (13) e a recomendação da prefeitura de que todos os eventos programados na cidade sejam suspensos.  Casamentos e batizados já agendados, no entanto, serão realizados.

Leia a nota oficial da Arquidiocese de SP:

“Em vista da difusão do Coronavírus na Capital Paulista, a Arquidiocese de São Paulo, na pessoa de seu Arcebispo, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, recomenda a seus fiéis que sigam as orientações das autoridades sanitárias em relação à prevenção e aos cuidados da saúde dos doentes.

Recomenda-se manter as igrejas abertas, limpas, e bem ventiladas, para as celebrações e atividades religiosas.

Nas igrejas com grande afluência de fiéis, durante o período de maior risco de contágio, aumente-se, enquanto possível, o número de celebrações para evitar grandes aglomerações. Durante as celebrações, evite-se o contato físico, sobretudo, na saudação da paz e na oração do Pai-Nosso; a comunhão seja recebida, preferencialmente, na mão.

Os idosos e outras pessoas que fazem parte do grupo de risco para desenvolver formas graves da doença, podem acompanhar as celebrações da liturgia em suas casas, através dos meios de comunicação, até que seja superada a pandemia.

Recomenda-se que os ministros da Igreja estejam atentos à saúde de seus paroquianos e que os doentes não sejam abandonados, mas recebam a devida assistência e conforto religioso.

A todos, recomenda-se a oração a Deus, pedindo bênção e proteção para a saúde.”

 

Fonte: Dom Total

Verifique também

Relíquia da Cruz de Cristo encontrada na Catedral de Fortaleza será venerada na Quaresma

Na Quarta-feira de Cinzas, 26 de fevereiro, os católicos de Fortaleza (CE) receberam um grande …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *