Profanam Igreja em Nova Iguaçu: “Um ato de violência que atinge toda a comunidade”

A Igreja de São Benedito, em Nova Iguaçu (RJ), foi alvo de vândalos que a invadiram no domingo, 2 de fevereiro, festa da Apresentação do Senhor, e roubaram, “além de outras coisas, uma âmbula contendo hóstias consagradas”.

A profanação que aconteceu na comunidade de São Benedito, pertencente à paróquia da Catedral de Santo Antônio de Jacutinga, foi informado pela Diocese de Nova Iguaçu, que publicou uma nota assinada pelo Bispo local, Dom Gilson Andrade da Silva, na qual lamentam o ocorrido e convocam os fiéis para um ato de desagravo na próxima quarta-feira.

“Profanar o Santíssimo Sacramento é um ato de violência que atinge e prejudica toda a comunidade dos fiéis cristãos e não apenas à comunidade local que foi vítima do vandalismo”, assinala a nota.

Nesse sentido, recorda que “o Concílio Vaticano II lembrou-nos que ‘na santíssima Eucaristia está contido todo o tesouro espiritual da Igreja, isto é, o próprio Cristo, a nossa Páscoa e o pão vivo que dá aos homens a vida mediante a sua carne vivificada e vivificadora pelo Espírito Santo’ (PO, 2)”.

“Lamentamos profundamente que tais atitudes se repitam em nossos dias e queremos nos penitenciar pelo desamor com que se tratou o Sacramento do Amor”, expressa, ao informar que será realizada uma “celebração penitencial, juntamente com a celebração eucarística, como ato de desagravo a Jesus Sacramentado”, na próxima quarta-feira, 5 de fevereiro, às 18h, na Igreja de São Benedito.

“Em nossas preces elevemos a Jesus Sacramentado nossos louvores e atos de desagravos. Rezemos também por aqueles que fizeram este ato, a fim de que reconheçam seus erros e se convertam”, completa a nota.

Verifique também

Concurso para a escolha do cartaz da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021

O Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC), do qual a Conferência Nacional dos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *