Milhares de romeiros veneram Benigna Cardoso, próxima beata brasileira

O Município de Santana do Cariri no Sul do Ceará recebeu milhares de Romeiros, em 24 de outubro, que foram celebrar os 78 anos do martírio de Benigna Cardoso da Silva, venerar e agradecer a “Heroína da Castidade”!

Pr. Paulo Lemos, pároco da Paróquia Senhora Sant’Ana, ressaltou: “Esta foi a primeira romaria que ocorreu em Santana do Cariri, após o anúncio do Papa Francisco que Benigna Cardoso será beatificada. O dia 24 de outubro, no município, amanheceu num ar de muita fé, devoção, pedidos e agradecimentos à Venerável Benigna.”

O bispo da Diocese de Crato, dom Gilberto Pastana, destacou a importância da causa de Benigna para o Brasil, em especial o Ceará por se tratar do primeiro reconhecimento oficial da Santa Sé neste território e pelo testemunho de Benigna de santidade e amor a Deus.

Em uma missa campal ao lado da Matriz de Senhora Sant’Ana (local onde Benigna está sepultada), dom Gilberto Pastana presidiu a solene concelebração ao lado de dom Armando Bucciol, bispo da Diocese de Livramento de Nossa Senhora (BA), e do clero diocesano de Crato.

Ypsilon Félix, que foi membro da comissão Histórica na fase Diocesana no processo de Beatificação, ressaltou que as terras onde Benigna viveu respira a fé católica. O exemplo de resistência e obediência a Deus tem atraído muitas pessoas a esta pequena cidade do interior. A data do seu martírio ganhou muita expressividade. Benigna também foi inspiração para tornar essa data um dia de luta contra o feminicídio em todo o Estado do Ceará. Essa data está incluída no calendário oficial de eventos religiosos por força de lei já sancionada.

Embora fosse uma quinta-feira, devotos vindos dos mais variados recantos da cidade de Santana do Cariri, das cidades circunvizinhas e até mesmo de outros lugares do Estado (e fora dele), percorreram 2, 5 km de caminhada, para prestar homenagens à mártir da pureza e da castidade, agora venerável, Benigna Cardoso.

Esse percurso de fé e devoção recorda a data do martírio da jovem, em 24 de outubro de 1941. Foi iniciado no santuário dedicado a ela, localizado no bairro Inhumas, em direção à Igreja Matriz, onde realizou-se a santa missa. O tema deste ano foi: “Sob a proteção de Benigna, escolhidos e enviados na Igreja em saída”.

Fonte: Vaticano News

Verifique também

Semana da Gratidão por Santa Dulce dos Pobres é iniciada em Salvador

Neste domingo, 13, a Arquidiocese de Salvador deu início a Semana da Gratidão pela canonização …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *