Arcebispo compara aborto com homicídio a tiros

O Arcebispo de Puebla (México), Dom Víctor Sánchez Espinosa, assegurou que o aborto “é um crime” e o comparou com um homicídio a tiros.

Entrevistado pela imprensa local ao finalizar a celebração da Missa de domingo, 7 de julho, Dom Sánchez Espinosa criticou o fato de o aborto ser submetido ao debate pelo Congresso estatal de Puebla.

“Tento tantas coisas tão urgentes, brigar por este tema… Para nós, o aborto é um crime como se eu atirasse contra você ou você contra mim. Isso é um crime”, assinalou.

“Preocupa-me que os deputados estejam discutindo estas coisas quando há necessidades mais urgentes”, acrescentou.

O Arcebispo mexicano sublinhou que “a vida não é tema de fóruns, nem de pesquisas ou debates. A vida é sagrada”.

Recentemente, Gabriel Biestro, presidente do Congresso do Estado de Puebla e coordenador da bancada de Morena, partido do presidente do México, Andrés López Obrador, advertiu que “há sanções previstas” para os membros do grupo político que se oponham à despenalização do aborto.

Biestro disse ainda que a “linha nacional” do partido de López Obrador contempla a despenalização do aborto.

Verifique também

O seminarista com doença terminal foi ordenado sacerdote para toda a eternidade!

Foi ordenado sacerdote na Colômbia, com autorização especial da Santa Sé, o jovem seminarista Diego …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *