Festa da Penha: Homenagem ao planeta Terra no segundo dia do Oitavário da Festa da Penha 2019

“Acredito que Nossa Senhora queria que a natureza fizesse parte de sua casa e escolheu este lugar, no alto da pedra, porque queria ficar rodeada pela natureza. Assim, lá de cima, ela toma conta de nosso estado e fica rodeada pelas plantas e pelos animais”. A observação foi feita por Jaqueline Sandoval que levou a arara Luan para prestar uma homenagem ao planeta Terra durante o segundo dia do Oitavário da Festa da Penha.

A homenagem faz referência ao Dia Mundial da Terra, comemorado nesta segunda-feira (22 de abril), e na casa de Nossa Senhora da Penha, diante da imagem que foi levada ao altar acompanhada de crianças vestidas de anjos, os romeiros puderam dar graças a tudo o que natureza oferece. Durante a homenagem foi executada uma música e apresentada uma coreografia. A arara, um peixe e elementos da natureza, como a terra, o fogo, as planta e flores foram apresentados durante a música.

O guardião do Convento, frei Paulo Roberto, comentou que nesse tempo pascal, devemos ser gratos e pedir perdão por nem sempre cuidar da natureza com o respeito que ela merece. O segundo dia do Oitavário foi animado pela Área Pastoral Serrana, e os devotos deixaram o Campinho do Convento mais belo com o movimento dos lenços verdes.

A missa foi presidida pelo Pe. Eduardo da Paróquia Santíssimo Sacramento, em Parajú, e durante sua reflexão ele lembrou os mais de 280 mortos e 400 feridos nos atentados a igrejas e hotéis no Siri Lanka, comentando que ainda hoje milhões de cristãos são perseguidos no mundo.

“Rezemos por nossos irmãos, em especial no Siri Lanka, um dos 50 países onde mais se perseguem os cristãos no mundo. Rezemos pelos católicos, em especial os de lá, para que mesmo com o perigo que ronda suas vidas, recebam a forçado Cristo ressuscitado e não abdiquem de sua fé.

Pe. Eduardo comentou ainda que Jesus nunca etá alheio a nossa história e sempre está ao nosso lado. “Mesmo subindo ao Céu, ele é Emanuel, o Deus Conosco, e está ao nosso lado em todos os momentos de nossas vidas”, concluiu.

 

Fonte: aves.org.br

Verifique também

25ª edição do Grito dos Excluídos retoma tema da primeira edição:“A vida em primeiro lugar”

Contra os diversos tipos de violência, contra desigualdade social, pelo fim da violência, da injustiça, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *