JMJ 2022/Lisboa: Papa espera que seja ocasião Evangelização

O Papa espera que a próxima Jornada Mundial da Juventude, em Lisboa, seja uma ocasião de “evangelização” e de “missão”.

Um pedido que o Papa Francisco fez no encontro que teve há duas semanas com o Cardeal Patriarca de Lisboa sobre as próximas Jornadas Mundiais da Juventude que terão lugar na capital portuguesa em 2022, nos “últimos dias de julho e primeiros de agosto”.

D. Manuel Clemente partilhou este apelo do papa na homilia da missa de encerramento da ´Missão País 2019´, que teve lugar no passado dia 16 de março na igreja de S. Domingos, em Lisboa.

“´Perguntei ao Papa o que quer da Jornada Mundial da Juventude, em Lisboa, em 2022?’ Ele disse uma palavra e disse-a devagarinho: ‘Evangelização’”, lembrou D. Manuel Clemente que reforçou outra afirmação de Francisco ao pedir uma “Evangelização em missão, em saída”.

Neste contexto, o Patriarca de Lisboa disse ainda ter partilhado com o Papa o projeto ´Missão País´, um exemplo de atividades para os jovens que acontecem “em saída”.

“Vamos para a frente, vamos mobilizar as 20 dioceses de Portugal e oferecer isto aos jovens de todo o mundo”, acrescentou D. Manuel Clemente que considera que o valor maior da ´Missão País´ está no facto de ser uma iniciativa dos jovens universitários que dedicam uma semana das suas férias ao serviço das comunidades onde são desafiados a dar testemunho cristão e solidário.

A ´Missão País 2019´ contou com mais de três mil missionários de 43 faculdades e passou por 55 localidades. Na missa de encerramento foram anunciados os responsáveis nacionais da Missão País 2020: Joana Cerqueira e Miguel Cordovil.

Verifique também

A brasileira Cristiane Murray é a nova vice-diretora da Sala de Imprensa da Santa Sé

Cristiane Murray, foi nomeada  pelo Papa Francisco, vice-diretora da Sala de Imprensa da Santa Sé. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *