Após 30 dias de caminhada, “Vovó peregrina” de 95 anos chega à Basílica de Nazaré em Belém

Emma Morosini, conhecida como a “Vovó peregrina”, chegou nesta sexta-feira, 15 de fevereiro, à Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré, em Belém (PA), após 30 dias de caminhada, tendo saído de São Luís (MA).

A italiana de 95 anos é conhecida por realizar grandes peregrinações a santuários marianos pelo mundo, como agradecimento por uma cura. Mas, desta vez foi diferente, pois se tratou de uma peregrinação não planejada.

Emma veio ao Brasil para participar da comemoração dos 50 anos de consagração religiosa de uma amiga missionária, Ir. Donata, em São Luís (MA). Esta religiosa, então, lhe falou sobre o Santuário de Nossa Senhora de Nazaré e ela decidiu realizar a peregrinação.

Durante o trajeto, a “Vovó peregrina” passou por várias cidades e, em todo o caminho contou com a companhia de voluntários e fiéis que seguiram seus passos.

Na quinta-feira, Emma Morosini chegou ao Seminário São Pio X, de Belém. Em um testemunho dado na Faculdade Católica de Belém, a senhora contou que se colocou em caminho “com confiança” e experimentou “a providência de Deus”.

“Ofereço minha peregrinação também pelos sacerdotes, porque eles são o ‘sal da terra e a luz do mundo’, também pelos jovens, que nos dias atuais estão cada vez mais distantes de Deus. Eles precisam de nossas orações”, declarou.

Na manhã desta sexta-feira, Emma colocou novamente o pé na estrada e seguiu o último trecho de sua peregrinação rumo à Basílica Santuário de Nazaré acompanhada por um grupo de peregrinos de Santa Luzia do Pará, da Guarda de Nossa Senhora de Nazaré, de membros da Diretoria da Festa de Nazaré e pelos sacerdotes Cônego Vladian Alves, reitor do Seminário São Pio X, e Pe. Luiz Carlos Nunes Gonçalves, Reitor do Santuário.

No caminho, a cada um hora, era realizada uma pausa para que Emma pudesse se alimentar, consumindo leite, água, frutas e torradas.

Ao chegar ao templo, informou a página de Facebook da Basílica, a italiana foi recebida recepcionada pelo Pároco de Nazaré, Padre Giovanni Incampo, que também é italiano, além do Diretor Coordenador do Círio, Cláudio Acatauassú, que conduziu a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré até a devota.

Após esta acolhida, Emma ingressou na Basílica e seguiu em direção ao presbitério, onde pôde rezar diante da imagem original de Nossa Senhora de Nazaré.

“Nós apreciamos esta milagrosa presença de Emma Morosini, que a pé, com sua bela idade de 95 anos, está fazendo esta peregrinação mundial. É um milagre de fé. Por isso, nós estamos emocionados pela presença dela, que ela contagie a todos nós com essa fé”, afirmou Pe. Giovanni Incampo.

O pároco ressaltou ainda que a senhora italiana estava usando o boné dos Guardas de Nossa Senhora de Nazaré. “A nova guarda de Nossa Senhora, única mulher guarda de Nossa Senhora de Nazaré”, expressou, diante do sorrido se Emma, a qual recebeu ainda um broche que representa o Glória de Nossa Senhora.

Diante de muitos fiéis na Basílica, Emma Morosini expressou sentir-se admirada de, aos 95 anos, poder realizar esta peregrinação ao Santuário de Nossa Senhora.

Segundo ela, trata-se de uma alegria não apenas de chegar até o seu destino, mas também por ter sido acompanhada “por uma multidão de pessoas” que alimentam a sua fé.

Além disso, manifestou que nos 25 anos em que já realiza suas peregrinações, esta foi uma das mais santas e belas, que guardará na memória. “Esta peregrinação foi sustentada pela oração de vocês”, completou.

25 anos de peregrinações

Conforme relata o site do Santuário Basílica de Nazaré, esta missão de Emma Morosini começou em 1994, quando tinha 70 anos e foi diagnosticada com peritonite, doença que consiste na inflamação provocada por bactéria ou fungo do peritônio, o tecido que reveste a parede interna do abdômen e recobre a maioria dos órgãos dessa região. Após o pedido de intercessão à Nossa Senhora, alcançou a graça da cura e, desde então, iniciou as peregrinações a templos marianos pelo mundo.

O primeiro santuário que visitou foi o de Nossa Senhora de Lourdes, na França. Desde então já passou por vários outros, como Fátima, em Portugal; Lujá, na Argentina; Assunção, no Paraguai; Guadalupe, no México; e também Aparecida, no Brasil; sempre em oração por intercessão de Nossa Senhora à paz mundial, a restauração das famílias e proteção aos jovens.

Em 2015, conseguiu se encontrar com o Papa Francisco no Vaticano e recebeu sua bênção e o incentivo para seguir rezando “pelos jovens, pelas famílias e pelos enfermos”.

Fonte: ACI DIGITAL

Verifique também

Confira o convite para o Sínodo dos Bispos para a Pan-Amazônia

Em outubro próximo acontece o Sínodo dos Bispos para a Pan-Amazônia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *